O ex-vereador Nonato Queiroz deixou o PSB, antes de Ricardo Mota ser denunciado pelo desvio de R$ 19,3 milhões do IDEMA

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 24 de maio de 2017

17128-1

O ex-vereador Nonato Queiroz deixou o PSB, antes de Ricardo Mota ser denunciado pelo desvio de R$ 19,3 milhões do IDEMA

Antes mesmo do deputado estadual Ricardo Mota (PSB) ser denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte por desvios de R$ 19,3 milhões do IDEMA, o ex-vereador Nonato Queiroz já tinha tornado pública a sua desfiliação do partido.

Também quem teve o mesmo gesto foi o vice-presidente do diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB) de São Gonçalo do Amarante, RN, Arthur Queiroz, filho de Nonato.  A conselheira Tutelar Andreia Queiroz fez a mesma coisa.

Nonato está envergonhado, como todos os eleitores do deputado do município, por ter trabalhado e ajudado a eleger um político que está sendo acusado de supostamente chefiar um esquema criminoso dentro do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (IDEMA).

O cargo comissionado indicado pelo deputado no governo de Rosalba Ciarline disse, em depoimento a Justiça do Estado, que estava tomando remédios para poder dormir por causas das pressões sofridas. Ricardo queria dinheiro ao vivo e sempre.

O ex-vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Raimundo Nonato Queiroz disse que vai aguardar os acontecimentos políticos para depois decidir qual partido irá se filiar. Agora vai só ficar observando a banda passar.

 

O 14º voto a favor do projeto de alteração a Lei Municipal foi dos professores

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 23 de maio de 2017

  IMG_20170523_121928

O 14º voto a favor do projeto de alteração a Lei Municipal foi dos professores

A proposta que altera a Lei Municipal nº 1.201/2010 que dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério da Educação Básica Pública Municipal de autoria Chefe do Executivo Municipal aprovada na sessão ordinária realizada na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, nesta terça-feira, 23, o 14º voto foi dos professores.

Apesar do esforço enorme da Comissão de Educação, que fora representada por Márcia Soares e Clóvis Júnior, na busca do entendimento para que a proposta do governo fosse aprovada sem ignorar todos os interesses dos profissionais de educação, uma subemenda foi a solução.

O consenso só foi possível porque Márcia e Clóvis abriram mão, com muito pesar, diga-se de passagem, da Emenda Supressiva nº 01/2017 a proposição do governo feita por ambos. Embora o advogado tenha votado a favor da emenda e subemenda, já no projeto votou contra.

A iniciativa de suprimir o parágrafo 5º e modificar a redação do 4º do Artigo 1º foi dos vereadores Edson Valban, Chanxe Dantas e Thiago Soares. Em plenário, o primeiro voto a favor da modificação na proposta original foi dado pelos professores, inclusive com o aval das coordenadoras Jaciguara Rodrigues da Nóbrega e Lindaci Salustino F. de Souza do SINTE/RN – Núcleo de São Gonçalo do Amarante.

A ausência dos professores e vereadores Adelson Martins e Geraldo Veríssimo nas votações da urgência urgentíssima e na de hoje, vai marcar para sempre de forma negativa a história parlamentar de ambos. Pois são professores, mas ficaram fora da luta que proporcionou um avanço para o segmento.

Por outro lado, quem também esteve ao lado dos profissionais da educação foram os vereadores oposicionistas Nino e Eudócio Mota. Todos estão esperançosos que o prefeito Paulinho Emídio não vete o projeto. Preocupação levantada pelo vereador Chanxe Dantas na hora do seu voto.

Márcia, Clóvis e Edmilson sinalizam que vão votar para alterar a Lei Municipal

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 23 de maio de 2017

IMG_20170522_134555 17492911_10213210351443517_5071925233382348173_o - Copia 17311374_10213210362243787_7416644299505913805_o - Copia

Márcia, Clóvis e Edmilson  sinalizam que vão votar para alterar a Lei Municipal

 

Após reunião com Oton Militão os parlamentares votarão a favor da lei complementar do governo

Graças aos encaminhamentos do Segundo Secretário da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, Edmilson Gomes (PMDB) que o Projeto de Lei Nº 17 deverá ser aprovado por maioria absoluta na sessão ordinária da próxima terça-feira (23).

A sugestão a Casa Legislativa do governo tem como fim alterar a Lei Municipal Nº 1.201/2010, que dispõe sobre o Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério da Educação Básica Pública Municipal de São Gonçalo do Amarante, RN.

Hoje o vereador Edmilson conversou com o secretário-adjunto de Educação Municipal Oton Militão e teve a garantia de que a proposição do governo, não só beneficia a classe de professor, como também a polução, neste caso, especialmente os alunos.

Os parlamentares da Comissão de Educação, entre esses, Clóvis Júnior e Márcia Soares, também estiveram com o adjunto e conseguiram uma modificação em um dos artigos da lei complementar.

Por isso o prefeito terá mais dois votos a favor da aprovação do projeto. Oto garantiu que alteração solicitada pelos dois parlamentares só veio a fortalecer o objetivo da lei.

Pelo visto, apesar de algumas faltas dadas como certas de alguns vereadores da base de sustentação a administração do prefeito Paulinho Emídio, a votação deve ir além dos nove votos, ou seja,  o quórum exigido para a provação do projeto será alcançado.

Terça-feira será o Dia “D” para Geraldo, Adelson e Jaílson e Paulinho Emídio

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 19 de maio de 2017

IMG_20170518_111441

Terça-feira será o Dia “D” para Geraldo, Adelson e Jaílson e Paulinho Emídio

A urgência urgentíssima é um recurso que viabiliza a decisão rápida de matéria considerada relevante e de interesse municipal, neste caso, são desobrigadas as formalidades regimentais, menos as exigências de quórum, dos pareceres e publicações.

Pois bem, na sessão ordinária realizada terça-feira, 18, na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, foi colocada em votação e aprovado pelos pares presentes um requerimento para a adoção do rito de urgência urgentíssima. O alvo é Projeto de Lei nº 17 de 9 de maio de 2017.

A proposição de autoria do governo altera a Lei Municipal nº 1.201/2010, que trata do Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais do Magistério da Educação Básica Pública Municipal de São Gonçalo do Amarante.

No entendimento da maioria dos parlamentares que dá sustentação a administração pública são-gonçalense, a iniciativa do prefeito é ótima, inclusive para vereadora, que é pedagoga, Valda Siqueira, e também para o segundo secretário da Mesa Pastor Edmilson Gomes.

Ao contrário do que pensa o professor de pedagogia infantil e camarista Geraldo Veríssimo de Oliveira, por exemplo. Segundo alguns colegas, na sessão anterior, ele cochichou que o projeto era ruim para os professores.

O presidente da Câmara de São Gonçalo, Raimundo Mendes Alves, mais os oposicionistas Tarcísio Fernandes e Nino pelo menos tiveram a consideração de se reunir com alguns representantes do Sindicato da Educação.

O que eu quero entender como é que um professor, hoje vereador, se fez ausente de uma discussão de tamanha importância para a sua classe, pelo outro lado, dando as costas para o governo que ele defende. O sindicato não queria que fosse aprovado o regime de urgência urgentíssima, mas o governo sim.

Então o professor-vereador formado na Faculdade da UVA anulou-se, ou seja, tirou o dele da reta. Terça-feira, 23, esse projeto entrará na ordem do dia e o ex-presidente terá a sua chance de se redimir, como também Adelson e Jaílson, dessa atitude que deixou os colegas da base de orelha em pé.

Jaime e Zenaide no PMB de Mendes

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 18 de maio de 2017

18403036_1125466044265684_2416481662449840220_n Suêd Haidar

Jaime e Zenaide no PMB de Mendes

O presidente Estadual do Partido da Mulher Brasileira (PMB), Raimundo Mendes Alves, não ver passar as horas para abonar a ficha do ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante Jaime Calado.

É dada como certa também a filiação da deputada federal Doutora Zenaide Maia. Ela estar chegando, mas o desembarque vai demorar um pouco mais. Coisas da burocracia partidária.

Com essas filiações, o PMB deve fechar questão com a pré-candidatura de Zenaide ao Senado junto ao PT de Fátima Bezerra. Essa certamente deve ser a “cara” da frente suprapartidária.

Com certeza o ex-prefeito são-gonçalense vai continuar a sua luta para fortalecer ainda mais essa frente. Eu acredito que ele não será candidato a nada. A sua grande contribuição vai ser dos bastidores.

As chances de esse projeto eleger uma senadora são enormes. Já faz tempo que Mendes e Jaime Calado não perdem uma. Paulinho Emídio, prefeito de São Gonçalo do Amarante, é um exemplo.

Alexandre, alto lá! Parte 2

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 17 de maio de 2017

Suêd Haidar

Alexandre, alto lá! Parte 2

O ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Poti Júnior ensinou tudo ao ex-vereador Alexandre Carlos Cavalcanti Neto, menos o pulo do gato. Por quê? Porque sempre duvidou da sua lealdade.

Quando ex-colega mostrou a matéria ao Presidente Estadual do PMB, Raimundo Mendes Alves, por acaso eu estava ao seu lado, que escrevera sobre o suposto agravamento das relações entre o Executivo e o Legislativo, a mesma já estava publicado no Portal Nominuto.com.

Por isso o presidente questionou qual realmente seria a intenção do desafeto histórico do conselheiro aposentado Valério Mesquita em mostrar-lhe o texto na tela do seu celular se o mundo já tinha conhecimento, inclusive, com certa pressa. Muita atenção no vídeo.

Ontem, o vereador-presidente disse que esse tipo de manobra só é feito por pessoas que acumulam insucessos na política. Aliás, todo são-gonçalense sabe que o ex-presidente da Federação de Futebol do Rio Grande do Norte é muito dado a lançar factoides.

O fato da Presidente Nacional do PMB, Suêd Haidar, ter recebido Jaime Calado e a deputada federal Zenaide Maia nesta quarta-feira, 17, no seu gabinete, em Brasília, compromete ainda mais a credibilidade do ex-deputado estadual como jornalista e o jornalismo praticado pelo Portal.

Entre Jaime, Mendes, os vereadores e Paulinho Emídio o compromisso é com o cidadão de bem e com a cidade. Considero, com as devidas venais, a atitude de Alexandre uma tremenda falta de respeito com os ex-companheiros e com a Casa Legislativa.

Alexandre sempre foi o protótipo dos projetos políticos de Poti Júnior, inclusive o do futebol profissional. Por que o Touro não foi campeão? Os desportistas norte-rio-grandenses sabem o motivo. Não se reelegeu vereador porque nunca levou o povo de São Gonçalo do Amarante a sério, apesar de estar fora do jogo, não tem humildade para reconhecer que é chegada a hora de aposentar as chuteiras.

Alexandre, Alto lá!

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 16 de maio de 2017

1013791_248924065279149_1340160557_n

Alexandre, Alto lá!

Quando não aprontam no TCE, os Cavalcanti tentam aprontar na Casa dos Bons Homens

A sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 16, na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, não foi dividida no grande e pequeno expediente, mas no antes e o depois do ato de traquinagem do ex-vereador Alexandre Cavalcanti.

Segundo o presidente Mendes, o ex-deputado esteve no plenário para saber sua opinião sobre o texto escrito por ele com o seguinte título “São Gonçalo: Executivo e Legislativo entram em rota de colisão”.

Eu estava ao lado do vereador-presidente quando ele leu apenas a manchete e fez o sinal de positivo para o ex-colega. Pelo gesto ficou subentendido para mim, acredito que para o jornalista também, que ele teria concordado com o que fora escrito.

Após os cumprimentos, Alexandre foi embora. Em seguida é declarada aberta a sessão. Enquanto isso, eu lia a matéria do Cavalcanti que fora publicada no Portal Nominuto.com. Acredite se quiser, logo percebi que o parlamentar tinha caído no conto do vigário.

E no quinto parágrafo veio à constatação. Escreveu Alexandre: “Segundo fontes do Legislativo, o vereador Raimundo Mendes desconfia da participação do Executivo na decisão judicial que cassou seu mandato”.

No sexto parágrafo o blogueiro insinua que a situação foi agravada entre o Legislativo e o Executivo porque Jaime tem interesse no Partido da Mulher Brasileira (PMB). Partido que Mendes é presidente Estadual.

Logo fiz um Print e mostrei ao presidente. A sua reação foi de indignação e disse ter ficado decepcionado por ter confiado no jornalista. Ao responder o gesto de solidariedade do vereador Adelson Martins, o presidente se emocionou.

“Conheço Jaime Calado desde 1975, servimos juntos. A nossa parceria sempre foi vitoriosa e as nossas famílias são amigas. Jamais desconfiei que esses ataques fossem do conhecimento de Jaime ou de Paulinho Emídio, este é outro amigo que achei na política”. Disse ainda que Jaime foi à Brasília conversar com a presidente do seu partido e esse encontro foi agendado por ele.

Na 2ª Vaquejada do Parque Jorge Gordo a vítima fui eu e não o boi

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 16 de maio de 2017

18402639_1377987728948649_7512349432259219465_n

Na 2ª Vaquejada do Parque Jorge Gordo a vítima fui eu e não o boi

“Tudo aqui é pela 96”, disse Seu Maurinho.

O evento foi realizado na comunidade de Barro Duro, em São Gonçalo do Amarante, RN, nesse sábado, 13. Estou indignado pela indiferença dos organizadores desse evento para as com as vítimas, que tiveram os seus carros arrombados e seus pertences roubados.

Da minha família, nove pessoas compraram as senhas. O motivo foi apenas a cantora Rita de Cássia. Pois bem, ao chegarem ao local da festa optaram estacionar o carro dentro da área do parque, pois o estacionamento era pago e tinha “vigia”.

Infelizmente nada disso impediu que o carro fosse arrombado e ainda roubassem um celular. Em seguida ao acontecido Paula, minha mulher, encontrou com o proprietário do parque, Seu Maurinho. O mesmo a indagou do que tinha acontecido.

Ao explicar que tinha sido vítima de arrombamento, Seu Maurinho disse que a responsabilidade era da 96 FM, ou seja, ele não teria como responder pelo fato. “Tudo aqui pela 96”, disse Maurinho repetidas vezes. Ainda esta semana vou procurar alguém da Rádio para me certificar quem realmente responde pela realização do show e da vaquejada.

Pois Para termos certeza de que esse foi o entendimento entre as partes, preciso ler o contato social. Desta vez, posso arcar com o prejuízo do celular e do vidro quebrado. Entretanto, não vou contar até dez quando outro evento for realizado, pois vou acionar o Ministério Público para que os promotores garantam os nossos direitos. Estão avisados.

Os Macena, tradicional família de Poço de Pedra, podem se unir

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 16 de maio de 2017

IMG_20170514_185510

Os Macena, tradicional família de Poço de Pedra, podem se unir

No domingo, 14, fui convidado para um jantar especial pelo soberano Geovani Macena Vieira, uma das lideranças do reino político de Poço de Pedra, dinastia que teve início com seu irmão João Maria Macena Viera, chamado carinhosamente pelos amigos de “Maguinho”.

Tão importante quanto o anfitrião foram as duas companhias que também prestigiaram o jantar. “Dedé da Galinha”, um respeitadíssimo pensador da comunidade de Genipapo, e o renomado consultor de política eleitoral, “Bá”.

Em comemoração ao aniversário de Geovani, o jantar não foi a luz de velas, mas foi a luz da política. O tema foi os vereadores eleitos considerados “um ponto fora da curva” na eleição do prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Paulinho Emídio.

Entre um prato de galinha e outro, o que posso revelar do bate-papo é que a família Macena está disposta a juntar as suas bases eleitorais para apoiar uma só candidatura de vereador. Os irmãos, nove ao todo, não têm dúvidas que essa decisão pode ser encaminhada para as próximas eleições.

Isto porque alguns deles até hoje ainda estão “chupando os dedos” à espera que se cumpra os compromissos acordados durante a campanha. Aproximadamente 150 votos foram passados por Geovani, “Maguinho” e “Nininho”, dos três candidatos apoiados por eles, dois se elegeram.

Quem é a Salomé do grupo político liderado por Jaime e Paulinho Emídio?

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 15 de maio de 2017

17917621_1471379019603069_6110030684172044212_o

Quem é a Salomé do grupo político liderado por Jaime e Paulinho Emídio?

Quem tem as provas da cassação do mandato do presidente da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, Raimundo Mendes Alves, que nos apresente, caso contrário, nos revele quem é a Salomé do nosso grupo político.

Segundo as provas materiais, pode ser um blogueiro, um estudante de jornalismo, um secretário ou uma ex-secretário-adjunto. Não sei se o Rei vai manter a sua palavra, mas um desses quer a “cabeça” de Mendes.

Logo do vereador que dizia em palanque que só aceitaria o voto se fosse casado com o do candidato a prefeito Paulinho. Certamente, por isso, teve grandes dificuldades para se eleger.

Infelizmente, quem compartilhou no Facebook e publicou no WhatsApp, também atinge a Casa Legislativa em cheio, ou seja, coloca em cheque o compromisso moral de todos os vereadores são-gonçalenses diante os seus eleitores e os cidadãos.

Ora, como explicar para as pessoas que a Câmara Municipal de São Gonçalo estar sendo comandada por um presidente Cassado. Pois é este o sentimento de quem leu o que fora publicado e compartilhado. Isto é muito ruim para a imagem da Casa.

Pelo visto a terceira Guerra Mundial pode ser deflagrada, não pela Coreia do Norte e os Estados Unidos, mas sim pelo iminente confronto entre o Poder Executivo e Legislativo de São Gonçalo do Amarante, RN.

Diferente do desdobramento do conto bíblico onde Herodias, mãe de Salomé, sugere a filha que peça a cabeça de João Batista como recompensa, no caso de Mendes, outras cabeças podem rolar. Pois uma CPI pode ser criada sobre os desmandos de um ex-secretário de Juventude, Esporte e Lazer.