O Título de Cidadão São-Gonçalense concedido aos secretários do município é também prova de reconhecimento ao trabalho do prefeito Jaime

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 10 de dezembro de 2016

e6e3e69c4e36548539b40de4340b4387-700x467

O Título de Cidadão São-Gonçalense concedido aos secretários do município é também prova de reconhecimento ao trabalho do prefeito Jaime

Uma das funções do vereador é homenagear aqueles que efetivamente lutam pelo engrandecimento da cidade, além de criar leis e fiscalizar o Poder Executivo. Apenas as pessoas não nascidas no município e que tenham relevantes serviços prestados podem ser agraciadas.

O Titulo de Cidadão São-gonçalense concedido este ano pela Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, a alguns secretários de governo de Jaime Calado é uma prova inconteste de que o discurso político feitos na campanha eleitoral deste ano o vento levou.

E levou para um lugar que não existe, pois a honraria dada a esses agentes políticos foi aprovada por todos os presentes. Isso significa que nós  passamos toda a campanha eleitoral dizendo que tínhamos os melhores nomes para administrar a cidade, além do povo, até o vereadores de oposição reconheceram…antes tarde do que nunca!

Agora, vamos ficar na expectativa do momento mágico da entrega do título que acontecerá quinta-feira, 22, no Plenário das Sessões Senador Luiz de Barros.  Os brindes serão feitos numa sessão solene. Eu também vou estar lá para provar da bebida doce do reconhecimento.

 

São Gonçalo entre os 15 municípios do RN que alcançaram índice de efetividade da gestão pública

- Postado por Manacy Henrique em 8 de dezembro de 2016

thumbnail_1

São Gonçalo entre os 15 municípios do RN que alcançaram índice de efetividade da gestão pública

São Gonçalo do Amarante está entre os 15 municípios do Rio Grande do Norte que conseguiram chegar ao nível “efetivo” da administração pública, considerados pelos indicadores do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM). Esse foi o resultado divulgado na última terça-feira (6) pelo Tribunal de Contas do Estado durante o “Encontro com Gestores Públicos Municipais – Encerramento e Transição de Mandato: 2016.2017”, realizado na Escola de Governo. Dos demais municípios avaliados outros 80 foram considerados “em fase de adequação” e 64 com “baixo nível de adequação”

Com a divulgação do IEGM, o TCE passa a disponibilizar para a sociedade uma série de dados que possibilita diversas análises sobre a gestão e os resultados alcançados pelas políticas públicas, inclusive com a perspectiva de construção de uma série histórica. Os dados da pesquisa podem ser vistos no endereço eletrônico http:iegm.tce.rn.gov.br e no site do Instituto Rui Barbosa.

Qual o papel de um assessor de comunicação do vereador?

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 7 de dezembro de 2016

fachada-nova-1024x378

Qual o papel de um assessor de comunicação do vereador?

Eu não me lembro do nome de algum vereador são-gonçalense que tenha respondido a imprensa por meio de uma matéria, no mínimo, uma nota.

Infelizmente a maioria usa o microfone da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante – esta também conhecida como a “Casa dos Bons Homens” -, ao invés do assessor de comunicação.

Aliás, o critério para a contratação desses profissionais é muito mais político do que técnico. Se não fosse isso, todos teriam a disposição um assessor capaz de articular os interesses do parlamentar junto à imprensa, as secretarias, as empresas, entre eles próprios e a população.

O projeto de lei que tornou legal a Assessoria de Comunicação da Casa de Leis, além de criar 18 cargos, pois a presidência tem direito a dois, garantiu um salário para quem exerce a função R$ 2.500,00 (Dois mil e quinhentos reais).

Fica claro, com todas as vênias, que o vereador não precisaria estar fazendo “espancamento” verbal publicamente se contratasse o profissional, sobretudo de comunicação para exercer a função de forma plena.

 

 

Tanto para Veríssimo como para nós da imprensa aliada “cala-boca já morreu”

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 6 de dezembro de 2016

Apresentação1

Tanto para Veríssimo como para nós da imprensa aliada “cala-boca já morreu”

 

O ex-presidente da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante Geraldo Veríssimo de Oliveira (PC do B) usou seu tempo de assuntos pessoais para reclamar de alguns membros da imprensa pelas publicações feitas em desfavor dos colegas, inclusive ele declarou que também é vítima.

Parabenizou a vereadora Rayure Protásio (PR) pela reeleição e por ser a única candidata a disputar as eleições proporcionais deste ano das contas de campanha já aprovadas. Entretanto, disse que voltou ao governo Jaime, mas não vai aceitar que aliados “batam” nele.

Lamentou que a imprensa são-gonçalense prefere explorar os fatos negativos a  positivos do dia-a-dia daquela Casa. Infelizmente descuidou-se nessa afirmação, pois quando era presidente, além do exército de blogueiros do município, parte da mídia da grande Natal TV, jornais, Blogs também cobriram de forma positiva os seus mandatos.

Afirmou que o afastamento do presidente do Senado foi um golpe igual ao da ex-presidente Dilma Rousseff. “E olha que eu não sou PT”, observou o ex-presidente. Lembrou que os Poderes da República passam por grandes dificuldades, por isso os vereadores deveriam se unir e não se atacar.

“Eu sempre disse aqui que Jaime era um grande prefeito”, afirmou o orador. Mas também disse que o fato de estar no governo não o impede de votar contra os interesses do prefeito. Acredita que esse tipo de situação deve ser encarado com naturalidade.

Pois bem, esse raciocínio lembra o dito “um peso, duas medidas” se comparado ao que usou para criticar a imprensa aliada. Evocou o direito de discordar, contudo, nos excluiu.

 

 

 

Renan se recusa a receber notificação do STF sobre afastamento da presidência do Senado

- Publicado por Manacy Henrique em 6 de dezembro de 2016

Renan

Renan se recusa a receber notificação do STF sobre afastamento da presidência do Senado – Andre Coelho / Agência O Globo

 

Renan se recusa a receber notificação do STF sobre afastamento da presidência do Senado

Oficial de Justiça não consegue entregar notificação na residência oficial

O Globo/ Maria Lima

BRASÍLIA – O oficial do Supremo Tribunal Federal (STF) foi na noite desta segunda-feira à residência oficial do Senado para entregar ao senador Renan Calheiros (PMDB-AL) a notificação da decisão do ministro Marco Aurelio Melo sobre o afastamento da presidência do Senado. Renan se recusou a receber o oficial. O peemedebista foi até a porta e voltou sem a notificação. O oficial saiu alguns minutos depois com os papéis na mão.

Segundo o secretário geral da mesa Senado, Bandeira de Melo, Renan alegou que não se pode receber notificação judicial após as 18h, segundo a lei.

Perguntado sobre como Renan reagiu à decisão do ministro do Supremo, o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira, disse que ele está tranquilo e que vai receber a notificação amanhã às 11h.

- Normalíssimo, frio, traquilo. Marcou para receber a notificaçao amanhã às 11 horas.

Há um entra e sai de caciques e ministros do PMDB e outros partidos da base na residência oficial do presidente do Senado, para reunião de emergência. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que mora na casa ao lado, na residência oficial da Câmara, fez o deslocamento de poucos metros até a casa do Senado de carro e escolta oficial para driblar o batalhão de jornalistas de plantão na porta.

O vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), que assumirá a presidência da Casa no lugar de Renan, saiu da reunião e foi para uma reunião da bancada do PT no Senado. O ex-presidente do Senado José Sarney, o ministro Helder Barbalho, os senadores Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Ciro Nogueira (PP-PI), Rose de freitas (PMDB-ES), Garibaldi Alves, deputado Hugo Mota, também foram se encontrar com Renan.

Renan foi afastado da presidência do Senado por liminar concedida pelo ministro do Supremo Marco Aurélio Mello, que concordou com os argumentos da Rede Sustentabilidade, autor da ação, de que quem é réu não pode fazer parte da linha de sucessão do presidente da República – no caso, os presidentes da Câmara e do Senado e o presidente do STF. O STF abriu na semana passada ação penal para investigar Renan por peculato — ou seja, desviar bem público em proveito particular. O processo apura se a empreiteira Mendes Junior pagou pensão alimentícia à jornalista Mônica Veloso, com quem o parlamentar tem uma filha. No lugar de Renan, assumirá a Presidência do Senado o petista Jorge Viana.

Em uma decisão de seis páginas, o ministro narra o julgamento da ação que questiona se réus podem ocupar cargos na linha sucessória da Presidência da República. Lembra que já há maioria no STF para proibir réus de ocuparem as Presidências da Câmara e do Senado, mas o julgamento foi interrompido por um pedido de vista do ministro Toffoli e que Renan é réu no Supremo.

“Mesmo diante da maioria absoluta já formada na arguição de descumprimento de preceito fundamental e réu, o Senador continua na cadeira de Presidente do Senado, ensejando manifestações de toda ordem, a comprometerem a segurança jurídica”, diz o ministro Marco Aurélio.

Ministro do STF afasta Renan da presidência do Senado

- Publicado por Manacy Henrique em 5 de dezembro de 2016

Ministro do STF afasta Renan da presidência do Senado

Em decisão liminar, Marco Aurélio Mello argumentou que, por ser réu, Renan Calheiros não pode estar na linha de sucessão da Presidência da República.

Por Mariana Oliveira, TV Globo, Brasília

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu liminar (decisão provisória) nesta segunda-feira (5) para afastar Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado. Ele, porém, mantém o mandato de senador.

O ministro atendeu a pedido do partido Rede Sustentabilidade e entendeu que, como Renan Calheiros virou réu no Supremo, não pode continuar no cargo em razão de estar na linha sucessória da Presidência da República.

“Defiro a liminar pleiteada. Faço-o para afastar não do exercício do mandato de Senador, outorgado pelo povo alagoano, mas do cargo de Presidente do Senado o senador Renan Calheiros. Com a urgência que o caso requer, deem cumprimento, por mandado, sob as penas da Lei, a esta decisão”, afirma o ministro no despacho (leia outros trechos da decisão mais abaixo).

O G1 procurou a assessoria de Renan Calheiros e aguardava posicionamento até a última atualização desta reportagem.

Renan Calheiros ainda pode recorrer ao plenário do Supremo. Além disso, a ação ainda terá que ser analisada pelo plenário da Corte mesmo sem o recurso do peemedebista, mas isso ainda não tem data para ocorrer.

Com o afastamento do peemedebista da presidência, o senador oposicionista Jorge Vianna (PT-AC), primeiro-vice-presidente do Senado, assumirá o comando da Casa.

Justiça dá ganho de causa a Salomão em Janduís

- Publicado em 5 de dezembro de 2016

Justiça dá ganho de causa a Salomão em Janduís

O médico Salomão Gurgel Pinheiro recebeu parecer favorável na justiça diante das agressões que o mesmo sofreu da mãe da prefeita de Janduís, Lígia Félix, em episódio que aconteceu em junho de 2013. Na ocasião, Salomão Gurgel foi chamado por familiares de um paciente em estado grave que se encontrava internado no Hospital Maternidade Maria Cristina Maia, que estava sem médicos plantonistas. O paciente havia sofrido um edema pulmonar com início de parada respiratória,” sendo portanto necessário um atendimento de urgência”, segundo Salomão.

Enquanto tentava salvar a vida do paciente, Salomão foi agredido verbalmente pela mãe da prefeita Lígia Félix, conhecida por Maria de Nabor. Acompanhada por policiais, aos gritos, a mulher ordenava que o médico se retirasse do hospital. Mesmo com toda pressão, Salomão concluiu o atendimento, mas ao sair do hospital foi cercado por policiais fortemente armados que o revistaram. “Nunca passei por tal constrangimento numa cidade em que eu fui prefeito”, disse.

O caso foi parar na justiça, que deu parecer favorável ao médico. A mãe da prefeita teve que emitir Nota de Retratação na imprensa, pedindo desculpas a Salomão Gurgel e aos familiares do paciente, que faleceu.

Tarcísio Fernandes no governo de “Paulinho da Habitação”

 - Escrito e publicado por Manacy Henrique em 4 de dezembro de 2016

fd94d21c-d98f-4845-b73c-9aee3cfee380

Tarcísio Fernandes no governo de “Paulinho da Habitação”

O vereador reeleito Tarcísio Fernandes (PSD) pode ser mais um nome para compor a base do governo do prefeito eleito de São Gonçalo do Amarante, RN, Paulo Emídio de Medeiros, na Câmara Municipal.

Para isso basta que “Paulinho” faça o convite. Pois a certeza de que o município manterá o projeto de desenvolvimento econômico, com atenção voltada para educação, saúde, segurança, emprego e inclusão social, segundo Tarcísio, é a condição principal para a adesão do parlamentar ao novo governo.

Pelo visto, a possível chegada do vereador oposicionista deve-se também ao legado administrativo deixado pelo prefeito de São Gonçalo do Amarante, Jaime Calado. Feito esse que Tarcísio Fernandes enquanto parlamentar da situação deu a sua contribuição.

O sobrenome Fernandes pelos seus feitos históricos a favor da cultura, da política, do social e do segmento empresarial são-gonçalense engrandece qualquer governo.  O gesto de Paulo Medeiros pode perfeitamente ser interpretado como de reconhecimento à família.

Mada, parabéns!

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 4  de dezembro de 2016

10846093_348160465355508_3334163872483614713_n

Mada, parabéns!

No início de novembro de 2013, iniciei este texto para homenagear uma colega que aniversariou e ainda não terminei, continua:

Mada que é AMADA pelo prefeito Jaime Calado, seu pai, AMADA pela Doutora Zenaide Maia, sua mãe, AMADA por Ciro, seu irmão, AMADA por César, também irmão, AMADA por Fernando Júnior, seu marido, e AMADA pelos amigos e amigas são-gonçalenses.

Em troca desse grande amor, têm relevantes serviços prestados ao povo que adotou como filha AMADA, principalmente, o segmento da juventude e da Cultura do município. Eu quero revelar que também sou seu fanzoca e dizer que é um imenso prazer ser seu amigo.

Quem visita a cidade vai encontrar nos “outdoors” esta mensagem de boa vindas: “EDUCAÇÃO É O CAMINHO PARA GARANTIR O FUTURO DO SEU FILHO”, que é uma marca administrativa do governo, resultado do seu trabalho pela juventude de São Gonçalo do Amarante.

Os Aulões do ENEM, além das ações culturais, que é um meio de entretenimento e aprendizado, corporificam o seu projeto educacional. Essa busca incansável para qualificar o estudante pobre do nosso município é merecedora de muitas palmas.

Li várias, várias mensagens bacanas e carinhosas nas redes sociais de felicitações, por isso decidi abraçá-la com um dos braços da gratidão, que são as palavras. Eis aí o meu presente, parabéns!

Central do Cidadão: o pedido de Cristiane Dantas reforça o requerimento de “Chanxe”

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 3 de deszembro de 2016

Apresentação1

Central do Cidadão: o pedido de Cristiane Dantas reforça o requerimento de “Chanxe”

Cristiane Dantas, Chanxe Dantas e Adelson Martins vão realizar o sonho dos trabalhadores são-gonçalenses

Não foi apenas a dificuldade de acesso dos usuários aos serviços prestados pelas Centrais do Cidadão que motivou o requerimento do vereador são-gonçalense “Chanxe” Dantas, mas também a importância econômica, social e o crescimento populacional do município.

A proposição foi objeto de indiferença por parte de alguns internautas com a justificativa de que as filas são intermináveis e que a demora é a grande causa das suas frustrações com o governo Robinson Faria. Certamente essas pessoas defendem privilégios para atendimento no serviço público.

Quem usou um dos serviços das Centrais do Estado, a de Macaíba, por exemplo, eu renovei a carteira de habilitação há sies meses lá. Sabe o quanto são valiosas as proposições do vereador Chanxe e da deputada estadual Cristiane Dantas.

Ora, se funciona a contento numa cidade circunvizinha para os seus munícipes, com certeza é bem vinda para os trabalhadores de São Gonçalo do Amarante, RN, que se deslocam até Macaíba. A fila é cultural, por isso  os “cidadãozinhos” vão ter que se adaptar.

A luta por direito, por respeito e por dignidade deve continuar sempre. Nós trabalhadores devemos ficar torcendo para que o governador ouça as vozes da rua e se sensibilize com a iniciativa dos dois legisladores, aliás, a deputada Cristiane Dantas é mulher do vice-governador do Estado, Fábio Dantas, que foi apoiada pelo vereador Adelson Martins, duvido que essa Central não seja implantada no município!