“O último a rir é o que ri melhor”

Escrito por Manacy Henrique em 12 de agosto de 2018

25551861_1033082796833989_1403085053925200694_n

“O último a rir é o que ri melhor”

Apesar das provocações, Tereza Maia (PR), candidata a deputada estadual, em tempo algum desceu do salto, quer dizer, jamais perdeu a compostura ou agiu de forma deselegante.

Tereza, mesmo com o apoio do prefeito Paulinho Emídio (PR), do ex-prefeito Jaime Calado (PMB) e da maioria da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante/RN sempre foi prudente, não fala com desdém e nem zomba dos concorrentes.

Nada a comemorar pelo seu comportamento exemplar, pois é assim que deve comportar-se uma pessoa pública. É verdade que ela nos dá a impressão de que a qualquer momento vai ser passada para trás, mas fica só na impressão.

Não é por acaso que na trava dessa batalha eleitoral o último moicano de Jardim Lola, que não tem o corte de cabelo estilo indígena, Chanxe Dantas (PRB) está chegando para lutar pela sua candidatura de deputada estadual.

Aliás, é de sua autoria a honraria do título de Cidadã São-Gonçalense concedida a Maia. Isso significa que, desde pequenininho, era Tereza Maia. Dantas entra na campanha da candidata são-gonçalense trazendo na bagagem a marca recordista de votação do bairro. Foram 1003 votos nas urnas de Dona Lola.

Etiene Pinheiro é mais uma mulher a ocupar espaço na Prefeitura de São Gonçalo

Escrito por Manacy Hnerique me 12 de agosto de 2018

11838602_436469389866010_6352124407741308265_o

Etiene Pinheiro é mais uma mulher a ocupar espaço na Prefeitura de São Gonçalo

No Município, elas estão à frente de algumas secretarias importantes

Pelo do gosto do povo são-gonçalense, Emília Caroline, titular adjunta da Secretaria do idoso e da Pessoa com Deficiência (SEMIPD), por exemplo, é merecedora de uma gravação com estampa das suas ações administrativas em um “outdoor” na entrada da cidade.

Na Secretaria, quem está chegando para a equipe com o compromisso debaixo do braço de proteger socialmente todos aqueles que mais precisam do poder municipal e manter viva a sua dignidade social é Etiene Pinheiro.

No campo das coincidências, por sorte nossa, quero dizer, nós, os sexagenários, além da competência profissional e experiência no segmento, ambas têm a história familiar construída sobre um alicerce de humildade, de honestidade, muito sacrifício e muito amor.

Desde já, parabenizo o prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio de Medeiros, pela escolha. Etiene, como outras mulheres auxiliares desse governo, além de honrar o nome das são-gonçalenses, vai ter a oportunidade de continuar o trabalho iniciado na gestão do ex-prefeito Jaime Calado.

Vereador Nino: a volta do que não foi

Escrito por Manacy Henrique me 10 de agosto de 2018

33805522_987731001398448_4160880783545860096_n

Vereador Nino: a volta do que não foi

Robinson, Zenaide, João e Tereza são os votos dos Arcanjo

Quem acompanhou, de perto, todo o processo que antecedeu as convenções partidárias das últimas eleições para prefeito de São Gonçalo do Amarante (RN), certamente, terá na ponta da língua a resposta para a pergunta: por que Edson Arcanjo da Silva (MDB) deixou o grupo político liderado pelo o ex-prefeito Jaime Calado?

Eu tenho. Aliás, conheci os obstáculos vencidos por Nino desse caminho da cruz para encontrar um abrigo partidário de coeficiente eleitoral que lhe desse segurança na disputa da sua reeleição. Parte desse trajeto está registrada, em ata, nas sessões ordinárias realizadas na Câmara Municipal.

Um deles, por exemplo, foi a alegação de que o PR não abria as portas para ele porque, supostamente, iriam enfrentar um “papa voto”. Argumento sem consistência, pois o Partido da República (PR) elegeu Valda Siqueira, a mais votada, e o segundo foi ex-presidente Geraldo Veríssimo de Oliveira também do partido.

Antes de oficializar a sua saída da guarda de João Maia, presidente Estadual do PR, Veríssimo, num gesto simbólico, entregou a sua camisa para Nino. Apesar de o grupo republicano ter perdido 2000 mil votos, mesmo assim, o vereador não foi aceito.

Com certeza que Wendell Jerffesson tem essas provas guardadas a sete chaves. O pioneirismo de registrar em câmara de vídeo as sessões da “Casa dos Homens Bons” é dele. Aliás, espero que o blogueiro desavisado Seu Rafael Mello faça bom uso dessa informação.

Nunca, embora tenha sido ignorado todo tempo, o parlamentar Arcanjo tramou contra a sua ex-casa e muito menos contra os seus abrigados politicamente. No campo eleitoral, jogou bem e deu seu sangue para eleger Poti Neto.
Certamente, faria o mesmo se estivesse do nosso lado.

Do nosso grupo, atire a primeira pedra quem nunca fez negócios políticos, partidários ou eleitorais com pelo menos um membro da dinastia Cavalcanti. Não faz muito tempo que nos valemos do seu apoio para reeleger um prefeito.

Portanto, o radicalismo praticado nas redes sociais e o canibalismo eleitoral de alguns candidatos a deputado estadual, dentro do próprio grupo, comprometem sobremaneira as relações democráticas, consequentemente, causam fissura anal no nosso corpo político. Deixem Nino trabalhar, rapazes e raparigas.

Dois pra lá, dois pra cá: são os votos do empresário João Batista Gadelha

Escrito por Manacy Henrique em 7 de agosto de 2018

IMG_5688 (1)

Dois pra lá, dois pra cá: são os votos do empresário João Batista Gadelha

O empresário são-gonçalense João Batista Gadelha de Lima, presidente Municipal do DEM, vai “brigar” para reeleger o governador Robinson Faria (PSD), o senador Garibaldi Filho (MDB), eleger para o Senado Zenaide Maia (PHS), reeleger deputado federal Rafael Mota (PSB) e quer levar a tiracolo para Assembleia Legislativa Elaine Neves (PRP).

O voto em Rafael Mota, politicamente, não é um salto para trás. A desistência de Felipe Maia de disputar sua reeleição, o desabrigou de segui-lo.

Além disso, logo após as eleições, Batista está convidado para assumir um cargo importante na Executiva Municipal do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Trocando em miúdo, mesmo com a troca da sigla, vai manter as cinco estrelas de general a frente do seu novo partido. Coladinho a ele, de três estrelas apenas, o ex-vereador Rafael Gadelha, seu filho, já foi convencido de lutar pelos mesmos candidatos do pai.

A escolha da candidata Zenaide Maia como um dos votos da família para o Senado é um tapa na cara de quem procura controlar ideologicamente os vizinhos partidários. Que sirva de lição para alguns blogueiros baratos.

E pior: esses estão confundindo eleição estadual com municipal. Se quiserem bater, batam em quem anda por trás das portas do Poder agredindo as candidatas do seu próprio grupo político.

Enfim, quem não sabe que o voto de Gadelha em Elaine Neves, candidata apoiada por Poti Neto, é uma declaração de amor político aos Cavalcanti. Para ele, Zenaide e Elaine, é apenas um bolero eleitoral: São dois pra lá, dois pra cá/ Meu coração traiçoeiro (…).

Max, Rosângela e Betinho: um reforço oposicionista de peso para a candidata Tereza Maia (PR)

Escrito por Manacy Henrique em 6 de agosto de 2018

ba2bc3ce-6918-49dc-9cd7-a68f238ebea7

Max, Rosângela e Betinho: um reforço oposicionista de peso para a candidata Tereza Maia (PR)

As últimas adesões ao projeto político e administrativo do prefeito de São Gonçalo do Amarante (RN), Paulo Emídio de Medeiros, foram alunos do ex-prefeito Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior. Max, Rosângela e Betinho, politicamente, vão atuar na equipe principal do Partido da República (PR).

Ambos chegaram a ocupar a primeira cátedra de política partidária da Universidade Poti Júnior. Cadeira ocupada também pelos vereadores Geraldo Veríssimo de Oliveira (PC do B) e Edmílson Gomes (Pode). Nos anos 80, fiz doutorado de política nessa faculdade.

Não é por acaso que o prefeito mantém sua invencibilidade na Câmara Municipal, desde o primeiro dia da reintegração dos dois parlamentares a base governista, já por 20 meses. E o ex-prefeito Jaime Calado não perde a disputa pela Prefeitura de São Gonçalo do Amarante por três eleições consecutivas.

Guardadas as devidas proporções, tanto quanto os parlamentares, Betinho e o casal, marido e mulher terão uma importância singular nas próximas batalhas eleitorais à frente das trincheiras são-gonçalenses, especialmente, da candidata a deputada estadual Tereza Maia (PR).

O fato da família Cavalcanti não lançar candidatura própria, estrategicamente, é muito bem vinda à chegada de todos. Ninguém conhece melhor o caminho das pedras do grupo oposicionistas que esses três.

Lugar de mulher é onde ela quiser! Inclusive no Senado

Escrito por Manacy Henrique em 5 de agosto de 2018

38491901_308414136566921_7309589155841835008_n

Lugar de mulher é onde ela quiser! Inclusive no Senado

O lugar de Zenaide Maia (PHS) agora é no Senado. Foi o que decidiu os convencionais do PT/PCdoB/PHS na convenção realizada na manhã de sábado (4), no América, bairro do Tirol, em Natal/RN.

A coligação tem também como candidata a governadora Fátima Bezerra (PT) e vice, Antenor Roberto (PC do B). A outra candidaturas majoritária dessa união será disputa pelo Doutor Alexandre Mota (PT).

O norte-rio-grandense, especialmente o são-gonçalense, tem a grande oportunidade nestas eleições de fazer justiça com as próprias mãos votando em Zenaide para senadora.

Antes, porém, para que você vote consciente; de olhos abertos, não custa nada fazer uma checagem das ações e atividades parlamentares também dos seus concorrentes.

No Congresso Nacional, mesmo encurralada pela corja liderada pelo presidente Michel Temer, o seu posicionamento sempre nos encheu de orgulho. Votou contra Projeto de Lei que permite que multinacionais explorem o pré-sal, por exemplo.

Emergindo das profundezas salgadas e mergulhando nas dos nossos filhos, Zenaide aprovou Projeto de Lei que proíbe venda de refrigerantes em escolas de educação básica.

Além disso, ao conseguir liberar R$ 5 milhões, vias suas emendas impositivas, que beneficiaram aproximadamente 30 cidades do Rio Grande do Norte e hospitais, mostrou que os obstáculos políticos e partidários emedebistas foram insignificantes.

Enfim, Zenaide provou que a mulher pode ser mais do que esposa, mãe e avó: ela é capaz na política patidária. Portanto, o lugar de Zenaide Maia, também, é no Senado e o de Fátima no governo.

Não casa do Senhor não existe Satanás, só na Casa de Leis

Escrito por Manacy Henrique em 2 de agosto de 2018

hqdefault

Não casa do Senhor não existe Satanás, só na Casa de Leis

Ele é a maior mentira política são-gonçalense de todos os tempos

Na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante (RN) tem vereador da base governista que se faz de morto para comer o fígado dos colegas. Além disso, dá uma de joão-sem-braço (trapaceador) para engolir o nosso também.

Ultimamente, foi só quem brilhou. É um carguinho aqui outro acolá. Na mais recente indicação, para sua surpresa, tinha um companheiro na espreita. Para livrar o flagrante, disse que a nomeação era minha e de um colega.

Certamente, usa desse recurso por ter consciência que recebe por aquilo que não fez. Com máscara ou não, por debaixo do pano, continua aprontando.

O que esperar de alguém que é capaz de editar um vídeo e publicá-lo no seu grupo de WhatSapp com o propósito de ridicularizar o presidente da Câmara de São Gonçalo de Amarante.

Esse é o tipo do político que realmente se temesse a Deus, já teria se entregado para o Diabo. Infelizmente, não é toda porcaria que pode entrar no inferno. A minha mulher gosta dele como o Cão gosta da cruz. Ele sabe disso. Imbecil!

Promessa eleitoreira de Jadismar Lima é para pagar o quê?

Escrito por Manacy Henrique em 1º de agosto de 2018

31944242_1231510173645612_2818565480476835840_n

Promessa eleitoreira de Jadismar Lima é para pagar o quê?  

O mito do bom velhinho é cíclico nas eleições partidarias

Se eleito, o pré-candidato a deputado estadual Jadismar Lima (SDD) assume o compromisso de doar 80% do salário. É, pelo visto esqueceu de fazer o registro cartorial dos auxílios e da verba indenizatória.

A conquista de uma cadeira na Assembleia Legislativa vale muito mais que o valor de R$ 33 mil, Seu Jadismar Lima. Como diz o vereador Gerson Bezerra: “Isso é uma merreca”. Anualmente, o custo do mandato de deputado estadual R$ aproxima-se de R$ 4 milhões.

Na prática, para quem faz promessa de exercer um mandato franciscano, R$ 28 mil não chega nem peto do dízimo bíblico.  Agora, imagine do dízimo social. Tem que ser, no mínimo, a décima parte de R$ 4 milhões.  Pois o dono desse ouro e dessa prata é o povo.

“Quem não pode com o pote, não pega na rodilha”, diz o dito popular. Com todo respeito, aos olhos da Justiça Eleitoral o seu gesto não deve ser interpretado como ato vedado ao candidato, mas sim como apelativo.

Sei que o nobre pré-candidato atua no segmento da segurança privada. Como empresário, possivelmente, o quadro de pessoal da tua tenha 20 funcionários. Caso eleito, vai poder empregar no seu gabinete 30 pessoas. Por isso acho que o senhor pode doar muito mais.

 

 

Disse Clóvis Júnior: “Voto nos candidatos de Paulinho de cabo a rabo”

Escrito por Manacy Henrique em 31 de julho de 2018
38071986_1043051909199690_3815666125635584_n

Disse Clóvis Júnior: “Voto nos candidatos de Paulinho de cabo a rabo”

O vereador são-gonçalense Doutor Clóvis Júnior (PMB) declarou que vai apoiar de cabo a rabo os candidatos do prefeito de São Gonçalo do Amarante (RN), Paulo Emídio de Medeiros.

Votará em Robinson Faria (candidato a governador), Zenaide Maia (candidata ao Senado), João Maia (candidato a deputado federal) e Tereza Maia (candidata a deputada estadual).

Disse que não há pressa na escolha do seu segundo voto para senador, pois vai esperar o comando do seu líder. Depois de tanta conversa que o parlamentar andaria na contramão da via eleitoral dele acabou ficando o dito pelo não dito.

“O gesto político do meu ‘Nego’ não me causa surpresa nenhuma. Na minha campanha de prefeito, no momento de grande sufoco, ele também demonstrou essa grandeza”, Elogiou ‘Paulinho’.

Dos oitos edis são-gonçalenses que disseram sim a Tereza Maia, Júnior está entre os quatro parlamentares da base governista que vai com tudo para atender o chamado de Medeiros.

Além do filho do ex-presidente da Câmara Municipal Clóvis Barbosa, completam esse quarteto as vereadoras Valda Siqueira (PR), Márcia Soares (PTC) e Rayure Protásio (PR). A exemplo do criminalista, elas vieram de mala e cuia.

Parceria do governador com o PRB: falta só combinar com os republicanos são-gonçalenses

Escrito por Manacy Henrique em 30 de julho de 2018

carlos

Parceria do governador com o PRB: falta só combinar com os republicanos são-gonçalenses

O Dia D para discutir a estratégia eleitoral, com vistas às eleições que se aproximam, das tropas do Partido Republicano Brasileiro (PRB), foi liderado por Abraão Linconl (general quatro estrelas) e aconteceu sábado (28), no bairro de Ponta Negra, em Natal/RN.

O governador Robinson Faria, pré-candidato a reeleição, deu a seguinte voz de comando para os soldados de Abarão: “A parceria com o PRB é uma aliança que tem dado certo (…). O que vai bem não precisa de mudanças”.

Nós sabemos que o pelotão republicano faz muito pouco tempo que se juntou ao exército de Faria. E esse tratado político, pelo que sei, não tem como signatários os vereadores Gerson Bezerra (PRB) e Chanxe Dantas (PRB), presidente do diretório provisório municipal.

Ambos já conversaram com o candidato a governador Carlo Eduardo (PDT). Não decidiram nada, pois ainda estão esperando o convite dos outros concorrentes. Depois, certamente, vão comparar qual o melhor plano de governo e assim decidir quem apoiar.

Aliás, são das trincheiras do governo do prefeito de São Gonçalo do Amarante/RN, Paulo Emídio de Medeiros. Paulo está com Robinson. Apesar de defenderem a administração de Paulinho, nada garante que eles vão acompanhá-lo.

Quem estava na convenção e não acompanha as eleições do mirante são-gonçalense, tem o partido como aliado do governador. Esse nó não será fácil de desatar. Pode até haver deserção dos dois graduados.