Vereadora Márcia: “A inserção de Comunidade Terapêutica é, também, uma questão de segurança pública”

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 27 de abril de 2017

20170521_110337

Vereadora Márcia: “A inserção de Comunidade Terapêutica é, também, uma questão de segurança pública”

 

A protagonista da sessão ordinária realizada nesta quinta-feira, 27, na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, Márcia Soares (PTC) usou o grande expediente para chamar atenção dos Poderes Constituídos, entre esses, o Executivo e o Legislativo do município para a importância da inserção das Comunidades Terapêuticas.

Essas instituições privadas funcionam sem fins lucrativos e são financiadas também pelo poder público. O objetivo é acolher, de forma gratuita, pessoas que sofrem transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de drogas.

A proposição da parlamentar, feita via requerimento, solicita do prefeito Paulinho Emídio políticas públicas, cursos profissionalizantes, por exemplo, voltadas para 28 usuários, dez desses são do município, que são abrigados numa Comunidade Terapêutica de Passagem da Vila sobre os cuidados do pastor Ronaldo.

O fato da mesma já ser conveniada com o município nos dá a certeza que o pedido da vereadora não encontrará obstáculos, pelo menos, burocráticos.  “Segurança Pública não se faz só com policias nas ruas”, disse Márcia.

Apesar do percentual de recuperação ser insignificante, na visão da bióloga, é muito melhor que nada. Pois um ou dois de volta a sociedade em condições normais, inclusive inseridos no mercado de trabalho, é um avanço de suma importância para o convívio social.

Ela foi mais além, sugeriu que a Câmara Municipal ofertasse vagas de empregos, num percentual a ser discutido, para os ex-internos. Na sua visão, a Casa Legislativa, por meio dessa ação, estaria contribuindo sobremaneira para melhorar a Segurança Pública de São Gonçalo do Amarante.

“Nino” será o terceiro mosqueteiro de Paulinho

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 26 de abril de 2017

17967011_1437996522941319_7445423233264803338_o

“Nino” será o terceiro mosqueteiro de Paulinho

O vereador Edson Arcanjo da Silva, o “Nino”, deve ser convidado para assumir a vacância do terceiro mosqueteiro da base aliada na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, do prefeito Paulinho Emídio.

Ele chega para se juntar aos dois, que são o pastor Edmilson Gomes e Geraldo Verissimo de Oliveira. A missão será tão difícil quanto a dos quatro heróis: Athos, Aramis, Porthos e D’artaghan – este último, aspirante a mosqueteiro, do romance “Os Três Mosqueteiros” do francês Alexandre Dumas.

Em plenário, apesar de testada a capacidade de liderança dos três, coisa que aconteceu no governo de Jaime Calado, eles vão encontrar dificuldades para defender o prefeito são-gonçalense, pois vão enfrentar os seus próprios aliados.

A não ser que usem uma das qualidades do espadachim Aramis, que  era a generosidade. Além disso, terão que ser municiados. Só assim o sucesso da missão acontecerá sem sobressalto. Se não for por amor, então que seja por cumplicidade.

Os leitores do livro “Os Três Mosqueteiros” estão numa torcida só para que “Nino” tenha o mesmo destino de Dartaghan, isto é, chegou depois, mas chegou para ficar.  Ao contrário de alguns dos seus colegas que ficam, mas não estão.

.

Dai ao vereador o que é do vereador, e dai a Jaime o que é de Jaime!

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 25 de abril de 2017

12439372_599354916902727_7418176244248102777_n

Dai ao vereador o que é do vereador, e dai a Jaime o que é de Jaime!

“Jaime Calado foi o melhor prefeito que São Gonçalo já teve”, afirmação do vereador Geraldo Veríssimo de Oliveira.

Pode ser por indiferença, despreparo ou descuido da assessoria de imprensa de alguns vereadores são-gonçalenses que os seus discursos sejam de difícil compreensão do ponto de vista da gratidão.

Nada como relembrar as ações administrativas do ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Jaime Calado, com bem fez os vereadores “Nino” e Veríssimo, para constatar que nas entrelinhas das falas desses parlamentares de tudo há um pouco, inclusive, a ingratidão.

“Nunca vi um prefeito inaugurar duas obras no mesmo dia como o prefeito Jaime Calado”, disse “Bá”, liderança do filho de “Xi”, na noite de entrega da Unidade de Saúde e do calçamento em Poço de Pedra. Garanto que a opinião dele continua a mesma.

Isso é o que chamamos de política a favor do povo. Quer outro exemplo? Vamos lá. “Nenhum prefeito fez tanto por Jardim Lola o quanto Jaime. Aqui ele elege um poste”, dizia Chanxe durante as nossas visitas.

Não vou tocar no tema da escolha de pré-candidatura de prefeito, nem muito menos vou falar do voto administrativo para não perder o raciocínio sobre o que escrevo agora. Mas posso garantir que todos têm razão.

“O vereador tem a obrigação de pedir, mas o mérito da obra realizada é do prefeito”, disse Valda em Jacaré-Mirim. Jaime trabalhou dia e noite para mudar a cidade para melhor. Por isso elegeu o prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Paulinho Emídio. Essa marca ninguém consegue apagar; vai com ele para o céu.

Uma bomba mãe de todas as bombas pode cair sobre a “Casa dos Bons Homens”

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 24 de abril de 2017

O-que-é-a-bomba-mãe-de-todas-as-bombas

Uma bomba mãe de todas as bombas pode cair sobre a “Casa dos Bons Homens”

Alguns processos que foram parar no Ministério Público do Rio Grande do Norte, por interesse de políticos
são-gonçalenses, para esses pode mudar a representação da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN.

A particularidade da Lei Eleitoral, que muitos candidatos de insucesso eleitoral das últimas eleições estão se segurando, não existe nem jurisprudência. Se tiver que alguém seja beneficiado com a lei, será do próprio partido.

Tem gente se “lambendo”, caso a decisão seja desfavorável aos acusados, para os votos serem anulados. Isso não é possível, pois na própria sentença da juíza ela deixa muito claro que esse desejo jamais será realizado.

Para a magistrada, o que aconteceu é insignificante do ponto de vista do direito do passivo, pois uma fração de voto não pode se sobrepor a dez mil. Então, vamos logo tirando o cavalinho da chuva.

Já houve até reunião em um determinado gabinete parlamentar da “Casa dos Bons Homens”. As abelhas foram assanhadas, mas não tiveram coragem de abandonar o seu “favo de mel”. Nenhuma quis se arriscar a enfrentar o fumaceiro que poderia provocar o zangão.

Muita calma a nessa hora, minha gente. Até a última instância muita coisa pode acontecer inclusive uma bomba mãe de todas as bombas cair sobre Casa Legislativa.

A vereadora Rayure vai muito bem obrigada!

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 23 de abril de 2017

Sem título

A vereadora Rayure vai muito bem obrigada!

O espaço político especialmente da zona rural de São Gonçalo do Amarante, RN, alargado em favor da vereadora Rayure Protásio (PR) após a saída do colega Edson Arcanjo da Silva (PMDB) do grupo liderado pelo ex-prefeito Jaime Calado, vai fazer dela uma imbatível passadora de voto.

Quer seja eleição para prefeito, quer seja para governador. Quanto a sua própria, com certeza vai se superar. Não fui designado por Deus, mas é só esperar as eleições do próximo ano para conferir essa profecia.

Ainda mais agora que às forças políticas do seu colega de mandato ficaram limitadíssimas. Hoje, certamente, não vão além das calçadas dos Arcanjo. Pela primeira vez, depois de seis mandatos consecutivos, está fora do poder.

Ufa! Deve ter dito Rayure. Além disso, deve ter agradecido a alguém pela sua reeleição, com certeza agradeceu também pelo insucesso eleitoral do candidato a prefeito do peemedebista “Nino”. Pois se Poti Neto ganha quem estaria pegando onda nessa maré mansa seria o filho de “Xi”.

Em Poço de Pedra e nas comunidades circunvizinhas a parlamentar é a dona do jogo. De fato e direito é ela quem dá as cartas por lá. Diga-se de passagem, mais que merecido. Pois participou da eleição de cabo a rabo e foi responsável direta pela vitória de Paulinho Emídio naquela região.

 

O 13º salário dos efetivos da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, RN, chega na conta antes

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 22 de abril de 2017

20170330_111910

O 13º salário dos efetivos da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, RN, chega na conta antes

Para o trabalhador brasileiro de carteira assinada, com certeza o seu grande momento de felicidade, durante o ano, só acontece no mês de dezembro quando o 13º salário é depositado em sua conta. Já para o funcionário efetivo da Prefeitura de São Gonçalo do Amarante, RN, essa felicidade chega antes.

Graças a Mesa Diretora da Casa Legislativa do Município. Por iniciativa dos seus membros é que foi possível alterar o Inciso VI do Artigo 53 da Lei Orgânica municipal. Com essa alteração na lei, o funcionário efetivo passa a receber o seu 13º na data do seu natalício.

Segundo o secretário Municipal de Administração e dos Recursos Humanos (SEMARH), Miguel Rodrigues Teixeira, sempre no dia 10 do mês subsequente, isto é, do mês seguinte ao da data do aniversário o dinheiro vai estar na conta do aniversariante.

Pasme se quiser, caro leitor! Mas nem todos os vereadores votaram a favor da emenda de autoria do presidente Raimundo Mendes Alves, da 1ª secretária Valda Siqueira e do 2º secretário Edmilson Gomes. O comunista Geraldo Veríssimo contrariou os colegas.

O ex-presidente Veríssimo entendeu que a lei não seria cumprida na sua integralidade, por isso votou contra a proposição. Infelizmente ele tem razão. Ao rigor da lei, o 13º não não será pago no mês em que o servidor público são-gonçalense aniversaria.

Mas, cá pra nós pouquíssimas são as Casas Legislativas que conseguiram aprovar uma lei que tivesse um desdobramento de tamanha satisfação. Não se paga no dia, mas se paga no outro. Estar de parabéns os poderes Legislativo e Executivo.

O “guerreiro” mais importante da cruzada eleitoral de Paulinho foi Adelson Martins

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 21 de abrild e 2017

11934939_474544242717129_9195276702371866516_n

O “guerreiro” mais importante da cruzada eleitoral de Paulinho foi Adelson Martins

Quem primeiro levantou a bandeira da pré-candidatura do prefeito eleito foi Edmilson Gomes.

O ex-deputado federal João Maia foi quem primeiro sussurrou no ouvido do ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, RN, Jaime Calado o nome de Paulinho Emídio para disputar a pré-candidatura de prefeito do município. Falou em um tom tão baixo que Calado levou certo tempo para entender.

Por isso, o conteúdo do cochicho só foi revelado muito tempo depois. Apesar de Paulinho ter caído na graça da maioria do nosso grupo político, muito antes de ouvirmos o veredito do líder maior, ele sempre negava que tinha essa preferência.

Felizmente ninguém acreditava. Ainda assim corremos o risco de ter uma morte eleitoral súbita. Pois, pelo caminho foram ficando os aliados, entre esses, o seu “criado”, aquele que levava o seu escudo para a Câmara Municipal, que era pastor Edmilson Gomes. Edmilson depois se tornou o primeiro cavaleiro andante de Paulinho da Habitação.

É bom lembrar que nesse momento o PMDB e o PR comandavam a mesma cavalaria políticas. Dias depois aconteceu a separação. Então o vereador Gomes procurou Paulinho e perguntou se ele era candidato a prefeito. A resposta de Emídio foi não. “Então eu vou acompanhar o meu partido”, disse o amigo. Por isso, o respeito entre os dois até hoje é recíproco.

Em seguida a esse momento, entramos na composição dos partidos. Nesse mesmo embalo Jaime resolveu fazer uma pesquisa entre os vereadores aliados. E pediu que escolhessem entre os nomes de Abel Neto, Roberto Linhares e Paulinho da Habitação o pré-candidato a prefeito que desejavam apoiar.

A partir daí, o vereador Adelson Martins botou Paulinho embaixo do braço e saiu pedindo voto de casa em casa para ele. Enquanto alguns se esconderam por quase 90 minutos, Adelson viveu os 90 da pré-campanha e da campanha intensamente de pires na mão pedindo que elegesse seu candidato.

Portanto, vamos acabar com essa história de dizer que Adelson foi o primeiro. Adelson merece ser condecorado por não ter desistido do nosso projeto político e também por que foi o guerreiro mais importante dessa cruzada eleitoral para o prefeito eleito Paulinho da Habitação.

Os moradores do Residencial Ruy Pereira caíram no conto do vigário?

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 20 de abril de 2017

17349594_10213210373764075_5682966021906664968_o

Os moradores do Residencial Ruy Pereira caíram no conto do vigário?

É o que parece para o vereador Adelson Martins (PV)

Entre as várias versões do conto do vigário, a mais conhecida é a que tem como tema principal um golpe de esperteza e um vigário. Vigários de duas paróquias disputavam a mesma imagem de Nossa Senhora.

A solução para resolver o impasse, sugerida por um dos vigários, foi amarrar a santa a um burro. Para onde o burro se encaminhasse ficaria com a imagem. Depois foi descoberto que o rumo que o animal tomou, tomou porque era criado pelo vigário da igreja vencedora.

A Caixa Econômica Federal, a Construtora e a Secretaria Municipal de Habitação, para o vereador Adelson Martins, parece que também amarraram um burro no Residencial Ruy Pereira, pois, apesar dos transtornos, sabem que outras obras vão cair em suas mãos novamente.

Então por que se preocupar com os problemas de ordem estrutural do empreendimento, por exemplo, queda de muro, transbordamento dos esgotos, telhas arrancadas pela força do vento e águas das chuvas empossadas, além dos serviços públicos que deixam a desejar, entre esses, segurança e transporte.

O vereador Adelson voltou a cobrar que fosse cumprida integralmente as cláusulas do contrato social assinado pela construtora. Acusou a Caixa Econômica Federal de omissão. Pediu que a Secretaria de habitação, através do seu secretário, advogasse em favor dos condôminos.

Clóvis Júnior denunciou que parte do condomínio virou uma Cracolândia e pediu providências urgentes. Segundo ele, a falta de policiamento tem contribuído sobremaneira para as ocorrências. Para Márcia Soares, o que realmente funciona no condomínio é a Unidade Básica de Saúde. Das galerias, Micarla Kays, que liderava uma comissão de moradores, concordou com a vereadora.

Felizmente esses órgãos públicos e a empresa terão na sua cola, pelo tempo que for necessário, outros vigários, os que foram enganados juntamente com o povo da paróquia Residencial Ruy Pereira. Agora, mais que nunca, o Ruy será representado por Adelson, Márcia, Clóvis e Geraldo Veríssimo.

 

 

Segui-la é o único jeito de encontrar a saída

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 19 de abril de 2017

17635447_1411759642231674_7894090092251466698_o - Copia

Segui-la é o único jeito de encontrar a saída

O que o PTC são-gonçalense vai fazer com o artigo da constituição que garante o pluralismo político e partidário?

O vereador tem como umas das suas obrigações constitucionais de “advogar” a favor do povo, ou seja, defender seus interesses. Ninguém pode negar que os parlamentares Thiago Soares, Márcia Soares e Pablo Rodrigo do Partido Trabalhista Cristão (PTC) estão cumprindo o seu papel.

Entretanto, na contramão dos avanços democráticos, o partido nos faz entender que é devoto do sistema bipartidário. Pois a investida a um membro do Partido da República (PR) reforçou ainda mais esse entendimento. Pasmem, essa é a sigla do prefeito, pelo visto, nem o bipartidarismo respeita.

Eu tenho a ligeira impressão, com todo respeito ao seu presidente, que ele tem sido benevolente com as pessoas que o cercam. Por outro lado, é impiedoso com os catequistas que destoam da sua doutrina.

Se não é assim, então o que dizer de alguns trabalhistas que se insurgiram, não contra o estatuto partidário, mas contra os arranjos da pré-campanha eleitoral e da campanha? Recentemente, por exemplo, tomaram às chaves da porta de entrada do partido de uma correligionária.

Ela pode questionar na Executiva Estadual quando bem entender. Tudo indica não nem tem pressa. Nem mesmo foi dada a oportunidade para a destoante argumentar. Tenho em mão um boletim de ocorrência sobre o fato ocorrido com a amiga.

Faz tempo que essa família não está nem aí para o pluralismo político e partidário. Por que Paulo Silva não é vereador? Porque nas últimas eleições o PTC bateu a porta na cara dele. Se esse partido resistir às reformas políticas, vai ter que mudar.

A falta de zelo pelo exercício do mandato é outra falta de Tarcísio Fernandes

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 18 de abril de 2017

20170518_114546

A falta de zelo pelo exercício do mandato é outra falta de Tarcísio Fernandes

Na sessão ordinária da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante, RN, realizada nesta terça-feira, 18, onde os trabalhos foram conduzidos pelo presidente Raimundo Mendes Alves, o ex-tesoureiro do Partido da República (PR) Tarcísio Fernandes mostrou-se incapaz de fiscalizar.

Deduções pelo raciocínio: “… Tá havendo a remoção das famílias do Padre João Maria. Tá havendo um desencontro, porque deram um prazo de três horas para desocupar e imediatamente pegar a chave e levar para sua casinha e não tão nem deixando tirar os móveis, já estão derrubando as casas”, acusou Tarcísio.

A moradora Maria da Graças Moreira Silva ganhou um casa e dois dos seus três filhos também. Ela afirmou que foi orientada a tirar a cobertura, ou seja, as telhas, linhas, caibros e ripas e, também, tijolos. Foi lhe dado um prazo, o tempo acordado foi suficiente para retirada do material e dos móveis.

Seu José Jair disse que ninguém lhe apressou em nada. Ele foi beneficiado no Residencial Novo Padre João Maria e o filho ganhou um apartamento no Ruy Pereira. Dona Maria Rosilene Nascimento, mãe de quatro filhos, estava muito feliz. Não pode aproveitar nada da sua antiga morada porque a mesma era de taipa.

Como bem observou Chanxe Dantas, “Veríssimo paz e amor” e pastor Edmilson nos apartes a fala de Tarcísio, o prazo para a transferência é de uma semana. Hoje, por exemplo, a prefeitura disponibilizou seis carros para fazer as mudanças. Segundo o Secretário de Habitação, Leonardo de Paula.

A Cosern estava com duas equipes fazendo as ligações de energia. A demanda de hoje foram de 20 pedidos, caso amanhã sejam de 30 ou 40, três, quatro equipes serão deslocadas para o Residencial Novo Padre João Maria. As águas já estão ligadas.

Veja quem encontrei dentro do movimento da remoção, sentido de perto o “frisson” dos moradores, senhores vereadores, além da advogada Aline, Doutora Rosane Cristine Pessoa Moreno, Promotora do Ministério Público Estadual. “Aqui está ocorrendo tudo bem”, disse a magistrada.

E ainda o secretário municipal de Relações Institucionais, João Eider, a diretora do SAAE, Talita Karolina, Felipe e Magnus. As equipes do Núcleo de Desenvolvimento Social, ligada a CAGEO, construtora do empreendimento, a Secretaria da Habitação e a Guarda Municipal. Como podemos observar, com a devida vênia, o mal preparado vereador da oposição Tarcísio Fernandes, dos interessados, só ele não passou por lá.