Crédito de R$ 1,5 milhão faz o vereador Nino trocar alhos por bugalhos

Escrito por Manacy Henrique em 4 de julho de 2018

36582825_1015164701988411_8092263408423927808_n (1)

Crédito de R$ 1,5 milhão faz o vereador Nino trocar alhos por bugalhos

O vereador Edson Arcanjo da Silva (MDB), o Nino, está decidido transformar a Sala das Sessões Senador Luiz de Barros da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante/RN em palanque eleitoral oposicionista. Nem tanto pelas promessas, mas sim por tentar fazer justiça com as próprias mãos.

Mesmo flagrado numa clara ação legislativa de invasão de competência, tentou empurrar de goela adentro da base governista três emendas, manchadas pela inconstitucionalidade, de sua autoria ao Projeto de Lei nº 113/2018 do Poder Executivo de abertura especial de crédito no valor R$ 1,5 milhão para calçamento.

“Que fique bem claro, não se trata de um empréstimo, mas sim de um credito”, alertou Chanxe Dantas (PRB). Ora como de costume seu, mais uma vez, o parlamentar comprou a briga para fazer farofa do projeto do governo e ao mesmo tempo caçoar da inteligência alheia.

Alto lá, Nino! Essa foi a intenção do ex-presidente da Casa de Leis Geraldo Veríssimo de Oliveira ao explicar tecnicamente o parecer contrário as emendas da assessoria jurídica e da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final. Bestamente, Tarcísio Fernandes (PSD) foi o único voto a favor.

Aparte de Veríssimo: “Se é específico, aí estar no projeto específico, você não pode transformar algo por aquilo, nisso. (…) Porque dentro do próprio pedido está especificado para o fim do recurso”.

Depois da defesa do comunista, o presidente Mendes encerrou a discussão e colocou em votação o projeto que foi aprovado por maioria absoluta dos presentes. Apenas o pelotão oposicionista votou contra. Infelizmente, como de hábito, Nino vai continuar usando a tática de desentendido para garantir sua condição principal de cabo eleitoral da oposição.

 

 

Deixe um Comentário


− cinco = 4