Decisão do Superior Tribunal Federal abre as porteiras das prefeituras brasileiras para o nepotismo

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 112 de setembro de 2017

21728247_861300767374806_4122297038910465926_n

Decisão do Superior Tribunal Federal abre as porteiras das prefeituras brasileiras para o nepotismo

 

A Súmula Vinculante 13, que veda a prática do nepotismo na administração pública, não vale mais para secretário Municipal e Estadual.

Agora se não é lei, virou com certeza. A decisão do Ministro do Superior Tribunal Federal (STF), Celso de Melo, que ajuda os políticos desonestos a meterem a mão no nosso dinheiro, é o empurrãozinho que os prefeitos do país precisavam para fazerem do nepotismo um abrigo para os amigos e a familiares.

E pior: essa “bênção” judicial protege do furacão Irma até os muros dos quintais de prefeituras que são comandadas por maus gestores. De certa forma, com as devidas vênias, imuniza também as Câmaras de Vereadores de todo o país.

Ainda bem que desvio de função do servidor público municipal não foi contemplado. Esse é um tema que os prefeitos têm encontrado grandes dificuldades para se manter na linha.

Por outro lado, com o abrir de pernas do ministro, vamos encher os bolsos de gente incompetente e sem compromisso com a coisa pública. Tudo bancado com dinheiro dos nossos impostos. Pasmem, tudo feito como manda o figurino, ou seja, dentro da lei.

Enfim, as porteiras estão escancaradas e quem ficou indignado pela decisão pode criticar, infelizmente, não vai poder ir além disso. A não ser os oportunistas de plantão, quero dizer, os frustrados eleitoralmente que tomam o fato como dor sua para fazer proselitismo político.

 

Deixe um Comentário


9 − = cinco