Max, Rosângela e Betinho: um reforço oposicionista de peso para a candidata Tereza Maia (PR)

Escrito por Manacy Henrique em 6 de agosto de 2018

ba2bc3ce-6918-49dc-9cd7-a68f238ebea7

Max, Rosângela e Betinho: um reforço oposicionista de peso para a candidata Tereza Maia (PR)

As últimas adesões ao projeto político e administrativo do prefeito de São Gonçalo do Amarante (RN), Paulo Emídio de Medeiros, foram alunos do ex-prefeito Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior. Max, Rosângela e Betinho, politicamente, vão atuar na equipe principal do Partido da República (PR).

Ambos chegaram a ocupar a primeira cátedra de política partidária da Universidade Poti Júnior. Cadeira ocupada também pelos vereadores Geraldo Veríssimo de Oliveira (PC do B) e Edmílson Gomes (Pode). Nos anos 80, fiz doutorado de política nessa faculdade.

Não é por acaso que o prefeito mantém sua invencibilidade na Câmara Municipal, desde o primeiro dia da reintegração dos dois parlamentares a base governista, já por 20 meses. E o ex-prefeito Jaime Calado não perde a disputa pela Prefeitura de São Gonçalo do Amarante por três eleições consecutivas.

Guardadas as devidas proporções, tanto quanto os parlamentares, Betinho e o casal, marido e mulher terão uma importância singular nas próximas batalhas eleitorais à frente das trincheiras são-gonçalenses, especialmente, da candidata a deputada estadual Tereza Maia (PR).

O fato da família Cavalcanti não lançar candidatura própria, estrategicamente, é muito bem vinda à chegada de todos. Ninguém conhece melhor o caminho das pedras do grupo oposicionistas que esses três.

Deixe um Comentário


− três = 3