Na política partidária Marconi Santos tem a astúcia de um tigre

Escrito por Manacy Henrique em 14 de abril de 2018

29425268_1864895980251369_7658284678587088896_o

Na política partidária Marconi Santos tem a astúcia de um tigre

Sabemos que o presidente do diretório municipal do Partido Trabalhista Cristão (PTC), Marconi Santos, com todo respeito, nos dias que antecedem as convenções partidárias costuma agir como um teste de ferro para o seu partido e seu grupo político.

Após a eleição, troca de vestimenta, ou seja, larga a de teste de ferro e põe a de tigre de Bengala. Tigre porque se transforma em um caçador solitário e noturno.

Até anteontem, estava sob a sombra da arvore frondosa do Podemos (PODE). Lugar ideal para um ataque. É bom lembrar que nas suas investidas nunca está só, pelo contrário, sempre tem a cobertura de seis a sete companheiros.

Por sorte da sua presa, uma tempestade política levou de Santos o Podemos. Ufa! Que bom, hein Márcia Soares? Todos nós sabemos que o presidente vem tentando esvaziar o PTC para criar dificuldades na reeleição da vereadora.

Os envolvidos, melhor dizendo, os interessados nessa caçada recusam-se revelar a razão dessa perseguição. As conversas de bastidores não são confiáveis, mas há uma que tem pé e tem cabeça. Vou aguarda as suas próximas caçadas.

Deixe um Comentário


− 3 = seis