O toma lá dá cá que dignifica o político são-gonçalense

 

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 7 de janeiro de 2018

WhatsApp-Image-2018-01-02-at-12.38.03

O toma lá dá cá que dignifica o político são-gonçalense

No bate-papo sobre a primeira visita do Prefeito Paulinho Emídio a Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, RN, em 2018, agendada para amanhã, segunda-feira (8), por volta de 11 horas, no gabinete do presidente Mendes, entre parlamentares e blogueiros, o destaque foi a redução salarial dos agentes políticos do alto escalão.

E o assunto que dominou a discussão todo o tempo estar em voga, isto é, em evidência, mas ainda restringido aos corredores dos poderes. Mais uma vez o gestor proporá aos vereadores a redução de 22% nos salários do prefeito, vice, secretário e adjuntos.

Pelo mesmo prazo, ou seja, por seis meses, prorrogados pelo mesmo período. Continha simples: 12 meses. O principal argumento para convencer a sua base, ele também tem a esperança de contar com a oposição, será o aumento das despesas do município.

Por outro lado, caiu a arrecadação. O objetivo dessa peregrinação do primeiro-cavalheiro do município é simplesmente manter os compromissos financeiros, os serviços e continuar tocando as obras da cidade. Dentre esses, especialmente, os salários dos servidores.

Com certeza que esse esforço dos agentes políticos, afirmo por minha conta e risco, que é um “sacrifício” individual pensando no bem comum da nossa sociedade. Por isso, a proposição de Emídio, deverá receber todos os votos da Casa dos Bons Homens.

Aliás, com as devidas vênias, esse gesto de visitar a Casa política para discutir com os seus membros ações importantes e inadiáveis de governabilidade, salvo engano, não foi feito por nenhum outro dos seus antecessores. Se foi, parabéns para ele ou eles também.

Deixe um Comentário


9 − cinco =