Inaugurado primeiro conjunto do Minha Casa, Minha Vida em São Gonçalo

- Publicado  por Manacy Henrique em 06 de setembro de 2011

O prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, iniciou o feriado de 7 de setembro cumprindo agenda administrativa. Ele recebeu na manhã desta quarta-feira o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Roberto Sérgio, para inauguração do conjunto Jomar Alecrim, seguida de um café da manhã junto aos moradores.
O residencial Jomar Alecrim é o primeiro do programa Minha Casa, Minha Vida no município que na primeira etapa beneficiou 305 famílias. No local a prefeitura municipal, por meio da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos já instalou iluminação no acesso ao conjunto e em breve será instalado uma unidade do Programa de Saúde da Família.
“Esse empreendimento é fruto de uma parceria forte entre a prefeitura de São Gonçalo e o governo federal. Além das 305 moradias deste programa o município já entregou 589 casas populares do Programa de Subsídio Habitacional (PSH) em todas as comunidades. Estamos buscando a construção de mais casas atender ao nosso povo”, declarou Jaime.
Após a solenidade, Jaime Calado e Roberto Sérgio, acompanhados do deputado estadual Fernando Mineiro(PT), além de moradores, vereadores, secretários e assessores descerram a placa que marca a inauguração oficial do conjunto Jomar Alecrim.

Morre o maior amigo do povo da Zona Rural

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 5 de setembro de 2011

A missa de corpo presente do ex-vereador e ex-presidente Edson Coelho da Silva, celebrada pelo Padre André, na Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, terminou por volta das 15h. O cortejo saiu da Câmara para o cemitério Morada da Paz, onde foi realizado, às 16h, o sepultamento.

As presenças do prefeito de São Gonaçalo do Amarante, Jaime Calado, do deputado Poti Júnior, do presidente da Câmara, Geraldo Veríssimo, de ex-vereadores e vereadores, famílias importantes e de tradição nas disputas eleitorais  sãogonçalenses que consagraram os Fernandes, os Barreto e os Protásio,  deram um brilho político ao prestígio de um homem que dedicou a sua vida as causas dos mais pobres e humildes deste lugar.

O adeus de Maninho começou no primeiro desabotoar-se de orvalho da madrugada, desta segunda-feira (5), fria e responsável por tragar a sua última respiração entrecortada, que fora provocado por uma doença que abalou a fé de uma população inteira de amigos.

Não precisei pesquisar sobre a bela e grandiosa história política do cidadão Maninho por uma razão muito simples: Foi casado com a minha prima Aureânia e fui seu assessor parlamentar por um bom tempo. Um homem destemido, caridoso e por três vezes foi vereador, comandou a presidência da Câmara Municipal de São Gonçalo por três legislaturas. As comunidades de Rio da Prata, Utinga, Alagadiço Grande, Igreja Nova, Chã do Moreno, Barro Duro e Tapará foram representadas no velório que aconteceu na Casa Legislativa pelo seu o povo que tanto encontrou no cidadão-político a solução para as adversidades da vida.

De acordo com o empresário, Edilson Coelho, seu irmão, foram sete anos angustiantes e de muito sofrimento, principalmente, para a sua mãe, Dona Geni. “A dor de Edson Coelho da Silva também era a nossa dor”, enfatizou Edilson.

O Jornal VOZ COMUNITÁRIA me fez lembrar a revista ISTO É

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 4 de setembro de 2011

Qual é a credibilidade que tem um jornal que vive a cambalear (andar sem firmeza) pelos corredores da Assembleia Legislativa e quando a notícia tem um alto grau de sordidez é usado para confundir a população?

Esse fato já aconteceu com a revista ISTO É. Matéria muito cara para os cofres do município. Qual foi o momento da administração do senhor Poti Júnior que justificasse o título do melhor prefeito do Brasil? Não houve. O Centro de Treinamento do Touro vale como resposta? Não! Até hoje o município não obteve nenhum benefício econômico ou financeiro. Na realidade o mais beneficiado é o ex-desportista do esporte amador  sãogonçalense, Poti Júnior, que tinha, praticamente, a família toda na prefeitura.

Ninguém duvida que a candidatura de maior expressão para enfrentar o prefeito Jaime seja a de Poti Júnior. Mas ele terá que explicar a razão pela qual administrou o município por oito anos (mais quatro do seu sobrinho) e nada fizeram que desse a grandeza que tem, hoje, São Gonçalo do Amarante.

No blog de Dudé Soares foi divulgado o resultado de uma pesquisa onde o internauta deveria escolher as opções: Poti Júnior deve continuar na Assembleia ou ser candidato a prefeito? O resultado foi muito inferior se compararmos com esse da pesquisa publicada no jornal VOZ COMUNITÁRIA.

Quem rejeita a administração de Jaime são pessoas como o senhor Chico Lima que não tem profissão e vive  a alimentar o sonho de que Poti e Jarbas não se tronem inelegíveis em razão dos processos Federais e Estaduais que estão respondendo. Quanto ao dono do Voz Comunitária é bom lembrar que ele impediu a filmagem do primeiro dia da entrega do leite em Rego Moleiro.

SÃO GONÇALO TEM TRÊS JORNAIS IMPORTANTES

Artigo postado no blog de idelfonso Farias

O Jornal o Sãogonçalense é o mais antigo e que tem maior regularidade em sua circulação, é um jornal que recebemos ate por e-mail, como acontece comigo todos os meses. Agora surgiram mais dois e faço a mesma observação que fiz ao jornalista que organiza o Sãogonçalense, na oportunidade de seu lançamento quando este Blogueiro fazia um programa no radio. Espero que os jornais que agora circulam mensalmente não deixem de circular quando passar as eleições temos o maior respeito pelos senhores Nivaldo Souza e Professor Léo, mais na oportunidade tenho apenas que tirar o chapéu para o jornalista Manacy que vem mantendo seu mensaleiro, com a maior regularidade, cumprindo assim o que prometeu, na oportunidade de seu lançamento. Boas vindas a todos os outros, parabéns pelo trabalho.

O Sãogonçalense: “E verdade! O primeiro exemplar de cada edição sempre era destinado ao apresentador, Idelfonso Farias, que fazia o programa dirigido às comunidades do nosso município com Zailton Soares, na FM 87,9. Jamais me esqueci desse apoio que fora tão importante para o nosso começo (Meu e do jornal). Eu subscrevo tudo que foi escrito sobre a minha pessoa. Valeu!

Clélia, esposa do Doutor Júnior Smyth, é candidata a vereadora pelo PRB ou PSB

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 3 de setembro de 2011

Uma das mulheres mais bem sucedidas no ramo empresarial no município sãogonçalense, resolveu, para a felicidade das pessoas do bem, ser candidata a vereadora. O advogado das causas impossíveis, Doutor Júnior Smyth, seu marido, está pronto pra luta.

Talvez seja esse o momento da sociedade tomar conhecimento das ações filantrópicas junto as famílias desfavorecidas, deste lugar,  realizadas por eles. Essa é a minha opinião. Certamente, Clélia e Júnior, não são de acordo em divulgá-las, pois não diz respeito à política.

O lançamento dessa candidatura significa mais uma força expressiva, eleitoral e politicamente,  para as eleições de 2012 em busca  dos votos já tão divididdos da sede.Vamos ficar espertos, que o negócio é pra valer!

Ao contrário de alguns candidatos, inclusive, alguns que já passaram pela Casa Legislativa Municipal, Clélia exerce a sua atividade social e empresarial com honestidade e dedicação. Na política, com certeza, não será diferente. É atenciosa e amável com os seus clientes e amigos.

A campanha para vereador em 2012 terá a marca de uma mulher que é unanimidade como empreendedora. Alguém duvida? Então, pergunte a Luciana. A opção partidária está entre o PSB e o PRB. Desejo sucesso ao casal nessa nova empreitada. É isso.

Idelfonso, obrigado pela deferência

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 1º de setembro de 2011

Idelfonso, obrigado pela deferência

Quero, publicamente, agradecer as referências elogiosas e com  certo refinamento de qualidades morais, feito a mim, pelo blogueiro Idelfonso Farias. E, decerto, mim sinto ainda mais lisonjeado por ter postado em seu site: www.idelfonsofarias.com.br.
Sinto-me envaidecido quando se referes a minha profissão e me tratas como jornalista. Não, fui ignorante em não ter feito jornalismo, eu não tenho diploma. No entanto, pratico-o por ser uma atividade intelectual. Talvez, não sei, é possível que a minha intimidade com as palavras se justifique por eu ter dois livros publicados: Não me olhe, veja-me e Marionetes.
Nada tão inesperado poderia ter me causado uma sensação de liberdade quanto essa matéria publicada por ti, neste 1º de setembro. O leitor que nos acompanha no dia-a-dia, que nos prestigia e que nos critica também, por uma obrigação moral, é direito dele saber quem somos.
Portanto, se a tua intenção era me atingir, emocionalmente, conseguiste. Saiba que senti o tiro como se fosse a queima roupa. O Sãogonçalense tem alma e é, também, o responsável pelas minhas belas e feias inspirações. Muitíssimo obrigado.

Geraldo mais uma vez é cobrado pelo crescimento do PR

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 1º de setembro de 2011

O alvo dos discursos no grande expediente da sessão desta terça-feira (30) realizada na Câmara Municipal de São Gonçalo foi o presidente da Casa, Geraldo Veríssimo. Os vereadores Valban e Mendes trouxeram para o debate o Ato de Filiação do PR.

O vereador Mendes com palavras elogiosas alfinetou a formação do Partido da República. Disse que espera ter o mesmo tratamento do prefeito. Já o vereador Valban questionou os meios que foram usados para fortalecer o partido do presidente.

Em resposta as provocações o presidente afirmou que perdeu muito mais do que ganhou. E pediu que o vereador líder do governo, Mendes, fosse reclamar a saída de Enilton que por ironia do destino foi ele (Mendes) que o colocou na vida política. É dele que o senhor deve cobrar parte do  esvaziamento do seu partido.

Geraldo não quis entrar na polêmica criada pelo líder da oposição, mas deixou claro o interesse do grupo liderado pelo prefeito em seu apoio político e administrativo. “Estamos de braços abertos para recebê-lo, amigo Valban, num governo do que antes não tinha, hoje, tem”, disse o presidente.

Depois do Leilão, o mundo conheceu São Gonçalo do Amarante

- Escrito e publicado por Manacy Henrique em 30 de agosto de 2011

O que aconteceu nos governos de Poti e Jarbas que desse tanto orgulho ao povo sãogonçalense e que marcasse a história do município de forma que provocasse a mudança no seu calendário de datas comemorativas?

Nada, nada! Mas a batida do martelo que oficializou o consócio Inframérica, liderado pela empresa Engevix, com oferta de R$ 170 milhões e ágio de 228,82%, no leilão realizado na Bovespa para concessão do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante (ASGA), deu ao prefeito Jaime Calado o direito de transformar o dia 22 de agosto em uma data oficial do município.

A grandeza do acontecimento está  no  nível de importância ao dia da emancipação política de São Gonçalo do Amarante (11/012/58). Foi um passo gigantesco para o desenvolvimento econômico, social e político da cidade que terá o voo mais alto que qualquer outra concorrente  do Estado e, com certeza,  belisca o primeiro lugar, nacionalmente.

Sem querer plagiar o vereador Geraldo Veríssimo presidente da Câmara Municipal de São Gonçalo, afirmo: “O município antes não tinha aeroporto, hoje, tem”. O lugar  está muito diferente do tempo em que o vendedor de laranja descascada era uma opção de lanche. Agora, a realidade é outra, temos asas e podemos voar.