Prego batido e ponta virada: Geraldo Veríssimo “fechou” com João para deputado federal

Escrito por Manacy Henrique

????????

Prego batido e ponta virada: Geraldo Veríssimo “fechou” com João para deputado federal

“Eu nunca duvidei que ele voltasse a vestir a camisa do Partido da República (PR) novamente”, disse Nino

O ex-presidente da Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante/RN Geraldo Veríssimo de Oliveira não é candidato a deputado federal. Deu uma passadinha rápida pela pré-candidatura do seu colega Mendes e foi direto para a de João Maia (PR).

Apesar de ter entregado a camisa 10 do PR ao vereador Nino, nunca as portas do partido estiveram fechadas para ele. A sua história dentro da sigla foi vivida nos momentos de gloriosas vitórias do grupo republicano.

Pois bem, amor aparte. Em música, acorde é a escrita ou execução de três ou mais notas simultâneas. Em política, acorde só é perfeito quando o voto é exercido em favor do mesmo partido.

O acorde de Dó é formado por (do mi sol). Por outro lado, o acorde do voto de Geraldo é formado por Tereza Maia (PR), João Maia (PR) e Zenaide Maia (PHS).

Trocando em miúdo, O PC do B, que é seu partido, neste caso, vai receber seu voto apenas de vice-governador. A declaração de voto em Fátima Bezerra (PT) não tem nada a ver com esse acorde. Pois o acorde partidário de Fátima é formado por Fernando Mineiro (PT) e Eraldo Paiva (PT).

Justiça seja feita. Veríssimo, antes mesmo de passar a faixa de vice-presidente do diretório municipal dos comunistas para o blogueiro Idelfonso Farias, já havia declarado seu apoio a Tereza e a Zenaide. Mais uma vez saiu na frente ao manifestar a sua preferência a pré-candidatura de João.

Deixe um Comentário


8 − = dois