Vereador Adelson desafia a Teleperformance a provar que São Gonçalo não têm 1.000 pessoas capacitadas

Escrito por Manacy Henrique em 13 de abril de 2018

Adelson

Vereador Adelson desafia a Teleperformance a provar que São Gonçalo não têm 1.000 pessoas capacitadas

“Dizer que lá tem 500 pessoas de São Gonçalo, é mentira, é mentira!”

Na sessão ordinária de quinta-feira (11) realizada na Câmara de Vereadores de São Gonçalo do Amarante (RN), o vereador Adelson Martins (PV) desafiou a Teleperformance a provar que São Gonçalo não têm 1.000 pessoas capacitadas, já que somos uma população de aproximadamente 110 mil habitantes.

O encontro da comitiva de parlamentares e o prefeito com o presidente da Teleperformance do Brasil, Fabrício Coutinho, para o vereador foi oportuno além da conta, pois revelou que a empresa ignora a lei de incentivo fiscais do município.

O Campus São Gonçalo do Amarante da Teleperformance abriu suas portas no município incentivado pelo acordo de redução de 5% para 2% da alíquota do ISS (Imposto Sobre Serviços). À época, isso faz três anos, o grupo empregava cerca de 3.000 funcionários.

Atualmente, são aproximadamente 2.000 contratados. A lei de incentivos diz que 60% dessa mão de obra devem ser do município, isto é, 1.200 são-gonçalenses. Infelizmente, só 25% foram absolvidos, quer dizer, apenas 500 conterrâneos.

Por esse descaso, já no grande expediente disse Martins: “O nosso povo só não é burro na hora de votar, na hora de dispensar impostos para enricar eles. Na hora em que a Câmara foi parceira em dispensar os impostos, a empresa deveria ser parceira em cumprir o seu compromisso de atender os 60% dos empregos de São Gonçalo do Amarante”.

Deixe um Comentário


+ 9 = onze